Musas Podcast – Episódio 2 com Vânia Ribeiro

 

Descrição do episódio

Ela é uma Musa para mim porque o sucesso que conhecemos nela hoje é resultado de anos de trabalho baseados numa grande fé na sua voz interior.

Hoje trago-vos a Vânia, uma grande amiga de adolescência, autora de um dos blogs mais reconhecidos de Portugal, o Made by Choices e do livro “As cinco cores da cozinha saudável”.

DICAS DA VÂNIA:
? O que mais te ajuda a te conectares com a tua própria voz: a meditação, ouvir podcasts inspiradores e Sentir.

SIGAM A NOSSA MUSA:
# site – https://www.madebychoices.pt/

# instagram – https://www.instagram.com/madebychoices/

# facebook – https://www.facebook.com/madebychoices

Podem adquirir o livro “As 5 cores da cozinha saudável” aqui.

Reflexão final

Eu e a Vânia gostávamos de saber qual foi, para vocês, o maior insight que este episódio vos trouxe e, mais importante ainda, como o vão colocar em ação.

Deixem as vossas reflexões nos comentários abaixo e vamos conversar sobre o assunto.

Subscrevam a minha newsletter (no rodapé do site) para não perderem nenhuma novidade e terem acesso a promoções exclusivas para subscritores.

Um beijinho,
Sofia

Mostrar 8 comentários
  • Andreia Coelho
    Responder

    Olá Sofia e Vânia 😊
    Gostei muito deste Podcast e da partilha da Vânia.
    Sou fã da Vânia praticamente desde o início do Made by Choices, tendo acompanhado o seu percurso até aqui. Tive o privilégio de a conhecer e fazer dois dos seus Workshops. A Vânia é uma pessoa super humilde, luminosa e muito profissional.
    Revi-me em muito no percurso de vida da Vânia, nas suas dúvidas, na constante busca por um trabalho que fosse alinhado com a sua essência, na procura por uma vida mais saudável e em algumas das suas emoções e pensamentos.
    A Vânia é, sem dúvida, uma Musa inspiradora e um exemplo de humildade, simplicidade, profissionalismo, dedicação, e em como é possível termos um trabalho com propósito.
    Ouvir a Vânia ajudou-me a resgatar alguns conceitos que estão a ser iluminados novamente dentro de mim.
    Grata, Musas inspiradoras.
    Beijinhos

    • Sofia de Assunção
      Responder

      Muito feliz por sentir o quanto o testemunho da nossa querida Vânia iluminou aspetos dentro de ti e te inspirou. A inspiração é importante sobretudo quando nos move para a ação e nesse sentido, gostaria de te deixar uma questão que é: o que estás a fazer neste momento para desenhares essa vida profissional que desejas viver, mais alinhada com quem Verdadeiramente és! Um beijinho grande com amizade

  • Sofia Martins
    Responder

    Gostei muito!
    Muito inspirador o percurso da Vãnia e muito bons conselhos para quem anda nestas andanças, ou noutras.
    Trabalho, dedicação e esperar para colher!
    Parabéns às duas!

    • Sofia de Assunção
      Responder

      Querida Sofia, muito obrigada pelo teu comentário. Se há alguém que sabe desta vida de blogger é a Vânia e fala disso com muita transparência e humildade. A colheita só chega depois do cultivo não é verdade? Às vezes (demasiadas vezes) dou por mim a semear hoje e a querer colher já amanhã esquecendo-me que tudo tem o seu tempo de crescimento e evolução. Um grande beijinho e parabéns a ti também pelo valiosíssimo trabalho que estás a desenvolver.

  • Joana
    Responder

    Olá Sofia e Vânia!

    Parabéns pelo podcast! Adorei!

    Revejo-me um pouco na Vânia, no seu percurso. Também fui tirando cursos que eu acabava por sentir que não era bem aquilo que eu queria, mas mais no sentido de que as condições e ambiente de trabalho não eram as que eu queria para me sentir feliz e realizada. Cheguei a um ponto de “desorientação” tal, que decidi emigrar e fui para Londres. Trabalhei num cinema e esses dois anos foram dos mais felizes na minha vida. Foram dois anos de descoberta. Foi um tempo para parar e pensar na vida, no que queria fazer. Entretanto tive de voltar para Portugal, por razões familiares e mais uma vez tive de pensar o que queria fazer. Sempre tive aquela sensação de que a Vânia falou de olhar à volta e ver que toda a gente sabia o que queria fazer, menos eu. O bichinho de criar algo meu já cá andava, mesmo em Londres cheguei a falar com um amigo de Marketing para tirar umas dúvidas.

    Tenho andado a desenvolver o meu projecto e também me revejo nos desafios de que falaram: é um trabalho solitário, desmotivo muitas vezes, mas realmente é isto que quero fazer, portanto não tenho “largado o osso”.

    O grupo online de que falaram ainda existe? Ou sabem de algo do género a que eu me possa associar?

    Enfim, queria acabar com uma nota relativa ao impacto que o podcast teve em mim. Motivou-me para continuar! Quando acreditamos em algo que achamos que é bom e positivo, não devemos deixar de lutar por isso! 😉

    Um beijinho para as duas!

    • Sofia de Assunção
      Responder

      Querida Joana,

      Obrigada antes de mais por nos ouvires neste episódio e por partilhares connosco um pouco da tua história! Fico muito feliz por saber que o Musas te apoia a continuares nessa tua jornada de desenhares uma vida profissional que reflita que tu és neste momento da tua Vida.

      Em relação ao grupo online de que falamos neste episódio, ele continua a existir sim ainda que com outras pessoas. Porém, este é um grupo fechado (máximo de 4 pessoas) que criámos entre nós, que nos conhecíamos minimamente. O que aconselho é criares o teu próprio grupo; contactares com alguém (que conheças minimamente ou pelo menos, que conheças o trabalho dessa pessoa e sintas que se alinha com o teu e contigo) e criarem o vosso grupo.

      Este grupo de que falámos neste episódio não é nada formal. É algo que surgiu a partir de uma conversa de whatsapp e daí fomos reunindo (e reunimos) mensalmente. Cria aquilo de que sentes precisar, é simples assim 🙂

      Um beijinho grande para ti <3

  • Joana
    Responder

    Obrigada, Sofia. Sim, assim o farei! Dito assim, parece “fácil” 😉 E pensando bem, faz sentido.

    Entretanto, irei contactar-te por e-mail para outro assunto, que já há algum tempo ando a pensar que podes ser uma peça importante para ajudar na resolução.

    Um abraço grande 😉

    • Sofia de Assunção
      Responder

      Olá Joana! Não parece fácil, é mesmo simples (nós, seres humanos, é que complicamos).
      Sabes onde me encontrar quando sentires que é o momento.

      Um beijinho <3

Deixe um Comentário